quinta-feira, agosto 03, 2017

1.300 JUDEUS SUBIRAM AO MONTE DO TEMPLO NO DIA QUE ASSINALA A DESTRUIÇÃO DOS 2 TEMPLOS

Algo de incrível está acontecendo em Israel: pela primeira vez na História destes últimos 2 mil anos mais de mil judeus subiram ao seu lugar mais sagrado, o Monte do Templo - actualmente conspurcado pela mesquita al-Aqsa e pelo Domo da Rocha - no dia de Tisha B'Av, o dia que assinala a destruição dos primeiros e segundo Templos de Jerusalém, ou seja, na passada Terça-Feira.

Eu bem os vi às dezenas a subir à esplanada no passado Domingo, quando também subia com o meu grupo, e era notória a alegria e satisfação que esses judeus irradiavam. Claro que foram acompanhados por um bom grupo de polícias israelitas fortemente armados, e, tal como esta minha fotografia demonstra, eram olhados com preocupação por outros seguranças destacados para o Monte.

SINAL PROFÉTICO?
A inédita ascensão ao Monte de 1.300 neste dia tão sagrado e de lamentação pela destruição dos Templos converteu-se num sinal de alegria e de esperança, pois pode ser a semente que germinará na tão ansiada construção do Terceiro Templo!
Segundo o rabino Yisrael Ariel, um mítico soldado que lutou ao lado dos pára-quedistas quando da conquista do espaço sagrado em 1967, "o lugar sagrado nunca tinha visto tantos judeus reunidos num Tisha B'Av desde que o Segundo Templo foi destruído, há exactamente 1.947 anos."
Se compararmos este número com os 400 que subiram neste mesmo dia no ano passado, temos que ficar perplexos diante daquilo que isto pode querer estar a indicar.
Segundo este rabino, quanto mais se aproxima a edificação do Terceiro Templo, mais os inimigos se levantam contra Israel. E é a isso que temos estado a assistir nestas duas últimas semanas.

E mais não digo, não vá eu cair em especulações desnecessárias num momento tão crucial como este...

Shalom, Israel!

4 comentários:

acristinags10 disse...

Gloria a DEUS. Maranata

olga disse...

Estes dias eu estava pensando porque é tão "simples" esta situação do Monte do Templo para os muçulmanos... É simples porque os judeus não são unânimes em sua religiosidade e nem na luta pela construção do Terceiro Templo... Aliás, há até muitos ateus, judeus esquerdistas, etc. , que são contra o próprio Estado de Israel! Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo? Amós 3:3
Religião como o Islã é forte porque há união, mesmo que seja uma união imposta pela força... Os homens aprendem a guerrear e ter filhos e, quando são convocados para um protesto transformam o protesto numa guerra... a mídia tendenciosa logo escolhe quem apoiar... então geralmente, são "fiéis" contra os "infiéis" mesmo... porque a gente gostando ou não estes muçulmanos e até seus terroristas, creem em alguma coisa!
Já que o povo de Israel se tronou de novo nação, talvez, tenha chegado a hora de Jerusalém se tornar de novo a "Casa de Deus" na terra...

Porque, não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal (para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama),
Foi-lhe dito a ela: O maior servirá ao menor.
Como está escrito: Amei a Jacó, e odiei a Esaú.
Que diremos pois? que há injustiça da parte de Deus? De maneira nenhuma.
Pois diz a Moisés: Compadecer-me-ei de quem me compadecer, e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia.
Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece.
Romanos 9:11-16
Shalom Israel!
Olga

Ruben MANUEL PEREIRA Fontoura e Celeste Maria Morais Gonçalves Fontoura. disse...

Maravilhoso. Aproxima-se a data da autorização para a construção do Terceiro Templo. Estejamos preparados... Vem aí a Festa das Trombetas.

Victor Nunes disse...

Isso é forte vai começar a grande tribulação